Usuário Webmail: @ Senha:


Imprimir E-mail

 

A Companhia Alcoolquímica Nacional foi contemplada na categoria grande empresa no Prêmio de Sustentabilidade do Sistema FIEPE

Quatro empresas de Pernambuco receberam nesta terça-feira (12) o Prêmio de Sustentabilidade do Sistema FIEPE. A solenidade, realizada na sede da Federação, contou com a participação de diretores e profissionais das 18 companhias inscritas na premiação, além de empresários e representantes da CPRH, ITEP, Ibama, UPE, UFPE, UFRPE e OAB, órgãos integrantes da comissão julgadora do prêmio.

 

Leia mais...
 
Setor sucroalcooleiro prevê incremento de 10% na produção Imprimir E-mail

Após uma safra com crescimento regular, o setor sucroalcooleiro já começa a prever números melhores para o mercado da cana-de-açúcar este ano. A expectativa até agora é de um crescimento na produção, em média, de 10%. Com os números da safra 2012/13 praticamente fechados, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) divulgou ontem mais um balanço quinzenal da moagem e produção no País. Na região Centro-Sul (principal produtora), a produção fechou em 532,1 milhões de toneladas, elevação de 7% em comparação à safra anterior. Este ano (2013/14), a expectativa é atingir a marca de 580 milhões de toneladas.

Leia mais...
 
Portaria altera para maio a adição de etanol à gasolina Imprimir E-mail
A partir de 1º de maio, o percentual da adição de etanol à gasolina será de 25%.  A portaria publicada nesta sexta-feira, dia 1º de março, no Diário Oficial da União (DOU), acolhe resolução do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool (CIMA), presidido pelo ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho.
O diretor do Departamento de Cana-de-açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Luis Job, explica que a safra 2013 de cana-de-açúcar inicia em abril e desta forma deve haver garantia de fornecimento de etanol. “Isso possibilita elevar a mistura de 20% para 25% na obrigatoriedade de etanol anidro à gasolina”, aponta.
Leia mais...
 
Mercado global de defensivos para cana crescerá até 15%, diz Arysta Imprimir E-mail

O mercado de defensivos agrícolas para cana-de-açúcar, que movimenta cerca de US$ 1 bilhão por ano, deve crescer entre 12% e 15% em 2013, estimou há pouco o diretor de marketing da multinacional japonesa Arysta, Antônio Carlos Costa. “O mercado está crescendo apesar das dificuldades do setor”, disse ele, em evento promovido pela empresa, em São Paulo.

Segundo o executivo, as vendas de defensivos para esse setor representam 25% da receita da companhia no Brasil. No ano passado, a Arysta registrou um faturamento de US$ 1,7 bilhão, dos quais US$ 570 milhões foram provenientes da unidade da América Latina. O Brasil é responsável por 70% dessas vendas.

Leia mais...
 
Uso de etanol em carros flex já evitou emissão de 122 milhões de toneladas de CO2 Imprimir E-mail

O uso do etanol em carros flex desde a adoção desses veículos no Brasil, em 2003, já evitou a emissão de 122.359.005 toneladas de dióxido de carbônico (CO2) na atmosfera. A marca foi calculada no final de fevereiro pelo “Carbonômetro”, ferramenta desenvolvida pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) que mede a quantidade do poluente que deixou de ser lançada no ar graças ao consumo do etanol em vez da gasolina em carros flex.

Leia mais...